Seguro de Carga Nacional e Internacional

Trafegar por vias Terrestres, Marítimas ou Aeras pode trazer muitos riscos para as mercadorias transportadas, por isso se faz-se necessário possuir um Seguro de carga. O seguro de transporte nacional em um país com pouca segurança e com rodovias ruins  realizar um transporte de mercadorias não é algo nada fácil, por isso ter uma apólice all risks (Todos os riscos) é importante. 

O seguro de transporte Internacional pode ser tanto importação ou exportação, cada importador e exportador tem suas responsabilidades, o seguro é baseado na Incoterm negociada.

Proteger a mercadoria durante o transito é algo fundamental além de ser um seguro obrigatório de acordo com o Decreto 61.867/67 tanto o embarcador quanto o transportador são obrigados a contratar uma apólice de seguro.

Vantagens

  • Taxas mais atrativas;
  • Evita perdas financeiras;
  • Reduz gastos com AdValorem;
  • Pode ser utilizado com um argumento de vendas.

A Seguros Online BR pode te ajudar a definir as melhores coberturas de acordo como seu risco e buscar as melhores taxas junto as seguradoras.

Coberturas

Essa cobertura garante os prejuízos causados em consequência de todos os riscos de perda ou dano material. Exceto os prejuízos não indenizáveis constante nas condições gerais.Para tal deve-se contratar coberturas adicionais ao risco, portanto a apólice deve ser desenhada de acordo com cada risco.

Cobertura utilizada para mercadorias usadas.

 

Essa cobertura garantes os danos causados por: 
A) incêndio, raio ou explosão;
b) encalhe, naufrágio ou soçobramento do navio ou embarcação;
c) capotagem, colisão, tombamento ou descarrilamento de veículo terrestre;
d) abalroamento, colisão ou contato do navio ou embarcação com qualquer objeto externo que não seja água;
e) colisão, queda e/ou aterrissagem forçada da aeronave, devidamente comprovada;
f) descarga da carga em porto de arribada;
g) carga lançada ao mar;
h) perda total de qualquer volume durante as operações de carga e descarga de qualquer meio de transporte;
i) perda total ou parcial decorrente de fortuna do mar e/ou de arrebatamento pelo mar;
j) inundação, transbordamento de cursos d’água, represas, lagos ou lagoas, durante a viagem terrestre;
k) desmoronamento ou queda de pedras, terras, obras de arte de qualquer natureza ou outros objetos, durante a viagem terrestre; l) terremoto ou erupção vulcânica; e m) entrada de água do mar, lago ou rio, na embarcação ou no navio, veículo, “container”, furgão (“liftvan”) ou local de armazenagem

obertura utilizada para mercadorias usadas
a) incêndio, raio ou explosão;
b) encalhe, naufrágio ou soçobramento do navio ou embarcação;
c) capotagem, colisão, tombamento ou descarrilamento de veículo terrestre;
d) abalroamento, colisão ou contato do navio ou embarcação com qualquer objeto externo que não seja água;
e) colisão, queda e/ou aterrissagem forçada da aeronave, devidamente comprovada;
f) descarga da carga em porto de arribada; g) carga lançada ao mar;
h) perda total de qualquer volume, durante as operações de carga e descarga do navio; e
i) perda total decorrente de fortuna do mar e/ou de arrebatamento pelo mar.